Certificação e adequação de táxi aéreo para operação aeromédico de acordo com a IS 135-005

Com a publicação da nova regulamentação da ANAC para as operações aeromédicos realizadas por empresas de táxi aéreo (IS 135-005), as empresas que atuam no segmento precisam se adequar às novas regras até 1º de abril de 2023. 

Já uma nova empresa interessadas em obter autorização para se tornar operadora aeromédico deve se certificar diretamente nas regras da nova IS.

O processo de certificação envolve alterações nos manuais da empresa, análises técnicas de aeronavegabilidade (com eventuais correções) e em adequações operacionais especialmente em treinamento de tripulantes e de profissionais da área de saúde. Nossa consultoria atua em todas essas frentes, além da gestão do processo e correção de não-conformidades, para garantir que a empresa conclua seu processo de certificação no menor prazo e com os menores custos possíveis. 

Nossa equipe técnica é composta por profissionais com ampla experiência na área e elevada capacitação técnica em operações aeromédicos, e estamos aptos a atender empresas de todos os segmentos e em qualquer região do país.

Eduardo A. Beni

CEO Evoluigi

Especialista em gestão de times em ambientes complexos, análise e solução de problemas e gestão de conflitos. Mestre e doutor em Segurança e Ordem Pública, graduado em Direito, pós-graduado em Direito Público, pós-graduando em Direito Médico e da Saúde, com diversos cursos na área de Direito Aeronáutico, Segurança de Voo e Gestão da Qualidade.

Com mais de 30 anos de experiência em Gestão Pública, com foco na Aviação. Piloto e instrutor de voo dos helicópteros Águia por mais de 20 anos. Participou da implantação do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) do Estado de São Paulo e foi coordenador do CICC em atividades integradas, em cooperação municipal, estadual e federal.

É empreendedor na Evoluigi, idealizador e fundador do site Piloto Policial, do site Resgate Aeromédico e do Congresso Aeromédico Brasileiro (CONAER). Atualmente é editor-chefe do Portal Resgate Aeromédico e Professor nos cursos de pós-graduação em Direito Aeronáutico, Segurança de Voo, Gestão em Aviação, Enfermagem e Medicina Aeroespacial

Raul Marinho

Sócio-diretor da RMCAero

Raul Marinho, sócio-diretor da RMCAero (Raul Marinho & Associados Consultoria Aeronáutica), é consultor aeronáutico especializado em projetos regulatórios para a aviação de negócios.

Diretor técnico da ABAG (Associação Brasileira de Aviação Geral), também atua como vice-presidente do BGAST (Grupo Brasileiro de Segurança Operacional da Aviação Geral) e é coordenador geral do CT-STA (Comitê Técnico do Serviço de Transporte Aeromédico da ANAC).

Piloto Comercial de Avião (atuou sempre na aviação de negócios), é Administrador de Empresas (FEA-USP) e autor de livros e articulista de revistas especializadas, escrevendo sobre aviação de negócios.

É Membro Honorário da Força Aérea Brasileira e foi o Destaque SIPAER de 2021.

Paula Soffo

CEO Fly

CEO da Consultoria Fly, consultora aeronáutica especializada em segurança operacional, com mais de 30 empresas em sua carteira de clientes; é credenciada pela ANAC em SGSO (Sistema em Gerenciamento em Segurança Operacional), e como facilitadora em CRM (Corporate Resources Management); e pelo CENIPA como ASV (Agente de Segurança de Voo); atuou como GSO (Gestora de Segurança Operacional) em empresas aéreas regidas pelos RBACs 121, 135, 137, 141 e 145; com diversos cursos em sua formação, dentre eles, destacam-se: Gerenciamento de Risco Proativo pela ANAC e Investigação MEDA (Gerenciamento de Erro e Ameaça) pela Boeing. Ministrou centenas de treinamentos nos últimos anos em todo Brasil.

Piloto de Linha Aérea de Avião – atuou na Avianca e Latam Airlines como primeira oficial / piloto de Airbus A32F, voou as aeronaves A318, A319, A320 e A321; é INVA (Instrutora de Voo – Avião); piloto de planador, piloto privado de avião habilitada pelo FAA (Federal Aviation Administration), graduada em Aviação Civil (Universidade Anhembi Morumbi) e pós graduada em Gestão de Negócios (FAAP).

Recebeu no ano de 2006 o importante Título de “Membro Honorário” da Força Aérea Brasileira pelos serviços prestados em sua carreira em prol da Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos.

Entre em contato e solicite um orçamento!